COMUNICADO DE IMPRENSA

O Grupo Desportivo Sagrada Esperança, em nome da sua Direcção, dos jogadores, da equipa técnica e dos seus adeptos em geral, espalhados pelo país de Cabinda ao Cunene e do mar ao leste, vem por este meio exprimir as suas sinceras desculpas públicas pelos acontecimentos ocorridos no jogo da última jornada do campeonato nacional de futebol da primeira divisão “Girabola “, da época desportiva 20/21, realizado no dia 31 de Agosto no Estádio 11 de Novembro em Luanda.

A todos, vale lembrar que em qualquer competição desportiva ocorrem situações que por vezes conduzem ao descontrolo emocional dos contendores e quem esteve presente no Estádio 11 de Novembro, ou acompanhou pelas imagens televisivas, pode tirar as suas ilações de modo perfeitamente claro sobre tudo o que se passou no retângulo do jogo naquela data.

Mas, longe de buscar factos e os seus protagonistas ou culpados, interessa aqui destacar que cada instituição desportiva ou agente, designadamente as federações, os clubes, os árbitros, os dirigentes, e os jogadores, se todos nos empenharmos de forma honesta, equidistante e equilibrada, no exercício do papel atribuido a cada um, observando estritamente as regras do fair play desportivo, estaremos a contribuir decisivamente para a consolidação e o fortalecimento do futebol nacional e a projectar a sua imagem para além das nossas fronteiras nacionais.

Há que reconhecer que uma acção individual negativa pode condicionar a concretização do grande objectivo estratégico de tornar o Girabola nacional numa competição desportiva bem organizada e estruturada e exemplarmente disputada.

Trata-se de um grande e ingente desafio que temos de vencer com o engajamento de todos os agentes desportivos.

Aproveitamos este ensejo para reafirmar que o Grupo Desportivo Sagrada Esperança foi, sem dúvida alguma, um digno e justo vencedor deste campeonato, apesar de todas os adversidades enfrentadas ao longo do seu percurso.

Finalmente, reiteramos as nossas sinceras escusas públicas pelo instantâneo momento de agitação vivido no Estádio 11 de Novembro, enaltecendo-se aqui a pronta intervenção das forças da ordem e do papel extremamente construtivo de todos os dirigentes desportivos, da Federação Angolana de Futebol, do Petro e outros clubes presentes, para a reposição da normalidade, permitindo que a partida chegasse ao fim dos 90 minutos regulamentares, sem novo rebuliço.

Bem haja!
Grupo Desportivo Sagrada Esperança da Lunda Norte, aos 3 de Agosto de 2021
O Presidente da Direcção

Other Articles

Comunicado de ImprensaDestaquesEventosFutebol
DestaquesEventos
A FESTA DE CAMPEÃO

Leave a Reply

Precisas de ajuda?
Enviar via WhatsApp