SAGRADA ESPERANÇA PERDE POR 1 – 0 FRENTE AO ROYAL LEOPARDS ESWATINI MAS PASSA PARA A FASE DE GRUPOS

O Sagrada Esperança da Lunda Norte está apurado, pela
primeira vez na sua história, para a fase de grupos da Liga
dos Campeões Africanos, após derrota por 1 – 0 frente ao
Royal Leopards de Eswatini, mercê da vitória por 3 – 1 no
desafio da 1ª mão, da última eliminatória de apuramento.
Foi uma partida equilibrada durante os primeiros quarenta
e cinco minutos, jogada debaixo de intenso calor que se
fazia sentir em Manzini, onde o termómetro marca 34 graus
celsius. As duas equipas pouco poderam fazer, pois os
sectores defensivos de parte a parte conseguiam anular as
investidas adversárias.
Na segunda metade, com desvantagem na eliminatória, os
Leopards Eswatini, lançaram-se deliberadamente ao
ataque, tentando pelos flancos, ora com tabelinhas pelo
corredor central invadir a área diamantífera, sem lograr
êxito devido à boa organização defensiva da equipa
angolana que fechava todas as linhas passe e espaços para
o remate final.
Foi nesse período que o Sagrada Esperança sempre que
saísse rápido para o ataque apanhava em contra pé a
defensiva contrária, por si bastante pesada e lenta a
recuperar. Lépua foi sempre a seta virada para a baliza
eswatini e grande dor de cabeça para os defesas dos
Leopards por quem passava com faca na manteiga.
O ala esquerdo do Sagrada Esperança criou e esteve em
condições de visar a baliza contrária aos 71 minutos
quando apreceu cara a cara com o guarda-redes
adversário, mandando a bola por cima.
Outro jogador angolano que protagonizou um festival de
falhanços foi Depu, que após passar pelo seu adversário,
fintou o guarda-redes Dlamini (Leopards), rematando por
cima da baliza escancarada.

Quando menos se esperava, aos 88 minutos, numa jogada
de insistência do ataque da equipa da casa pelo flanco
direito, Mokenkoane, sem marcação, na zona de rigor,
apontava o único tento da partida que dava vitória a
Leopards Eswatini, entretanto insuficiente para a passagem
da eliminatória.
Com este resultado o Sagrada Esperança faz a proeza de
estar, pela primeira vez, na fase de grupos da Champions
de África.
No final, o técnico Roque Sapiri não conseguiu esconder a
sua alegria pela proeza.
O capitão Lula, que falou, em nome dos seus colegas,
reconheceu a qualidade da equipa adversária mas realçou
que o foco do grupo estava no apuramento à fase de
grupos. Feito que foi conseguido com muito sacrifício e
crença na vitória final.

Leave a Reply

Precisas de ajuda?
Enviar via WhatsApp